Arquivo mensal Outubro 7, 2021

PorFinalWebsite

Apagão mostrou que o mundo está “dependente” do Facebook

A interrupção dos serviços do Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp na segunda-feira expôs como o mundo virtual que gira em torno de uma só empresa. Especialistas acreditam que a posição dominante do Facebook no mercado pode vir a ser considerada monopolista.

Na segunda-feira, dia 4 de Outubro de 2021 as plataformas Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp estiveram em baixo durante mais de seis horas.

Na segunda-feira, dia 4 de Outubro de 2021 as plataformas Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp estiveram em baixo durante mais de seis horas.

Facebook Inc. sofreu um apagão mundial que durou mais de seis horas e comprometeu os serviços das plataformas sociais que detém: Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp. Uma anomalia que a empresa entretanto justificou dever-se a um defeito numa mudança de configuração, sem adiantar mais esclarecimentos, depois de ter divulgado um pedido de desculpas aos utilizadores. Desculpas aceites, o mundo regressou às redes sociais depois de ter experienciado um dos períodos mais longos sem acesso. A falha, que fez perder seis mil milhões de dólares a Mark Zuckerberg, desnudou o controlo monopolista que a gigante tecnológica exerce não só no mercado, mas também nas atividades diárias da sociedade.

Fica agora uma pergunta.

Porque é que as redes sociais não são suficientemente boas para estabelecer o seu negócio online?

Algumas razões para não confiar (apenas) nas redes sociais:

1. o alcance orgânico está a diminuir

À medida que os algoritmos de várias redes sociais vão sendo alterados, é cada vez mais difícil chegar – organicamente – a muitas pessoas. É uma forma que estas plataformas têm de ser rentabilizadas: para chegar a mais gente, terá – eventualmente – que pagar.

2. estas plataformas não lhe pertencem

Sim, é o criador dos perfis que tem; possui uma password que só o leitor conhece e acha que o seu conteúdo está salvo. Bem… pode não ser o caso. Na eventualidade de uma das redes sociais que utiliza se extinguir, o seu conteúdo desaparecerá com ela.

3. não permitem obter tantas métricas como um website

Quando tem um website, especialmente um website com loja online, pode analisar inúmeras métricas: onde é que os visitantes clicam mais no website, quanto tempo passam lá, qual é a taxa de rejeição do website, quantas pessoas desistem da compra já com os itens no carrinho, etc. Nas redes sociais, aquilo que pode analisar nos seus perfis é bastante mais limitado.

4. não contribuem tanto para o SEO

Noutras palavras, quando se trata de SEO, o alto engajamento nas redes sociais só importa se estiver a fluir para conteúdo de alta qualidade

Com isto não significa que deva desistir das redes sociais! As vantagens de estar presente nas redes sociais ultrapassam as desvantagens.

Entre os vários benefícios do seu negócio estar nas redes sociais, destacam-se:

  • O aumento do reconhecimento da marca;
  • A possibilidade de interagir com clientes e possíveis clientes;
  • Humanizar a sua marca;
  • Aumentar e direcionar tráfego para o seu website (por isso convém ter um!)
  • Gerar leads;
  • Aumentar vendas;
  • Criar parcerias com influenciadores;
  • Promover conteúdo do website.

Concluindo…

Ter presença nas redes sociais com a sua marca ou empresa é muito bom, mas neste momento precisa mesmo de um website? Já precisava de um assim que começou o seu negócio.

Se acha que não tem orçamento para um website, pense nisto: o preço de criar e manter um website é muito inferior ao preço de ser ultrapassado e perder clientes.

#whatsapp, #facebookdown e #instagramdown